Entenda Object Storage

Object Storage é uma nova opção de armazenamento, otimizado para guardar dados geralmente binários ou desestruturados, tipicamente multimídia. Ganhou muita importância nos últimos anos justamente porque o uso de áudio, vídeo e imagens explodiu na Internet, graças ao enorme crescimento da mobilidade e das redes sociais.

object storaje versus other storage

Quando se cria uma aplicação, seu programador precisa decidir onde guardará os dados. Dados estruturados (nome, data, CPF etc) com certeza continuarão sendo guardados em bancos de dados SQL ou NoSQL.

Mas as imagens ou outros arquivos binários que circulam pela app terão melhor moradia num armazenamento de objetos – ou object storage – devido aos seguintes benefícios:

  1. Prático e fácil: cada objeto recebe um ID único e uma URL HTTP que pode ser publicamente acessível. Operações de leitura e escrita são muito simples, tipo “guarda a imagem tal” e “me dá a imagem com tal ID”, via REST. Fica-se livre da estrutura rígida de tabelas, típica de bancos de dados, e da hierarquia de pastas do sistema de arquivos.
  2. Escalável: diferentemente de armazenamentos clássicos como arquivos e tabelas, a infra-estrutura para armazenar objetos não fica mais complicada quando os dados crescem. Pode-se crescer rápido e sem limites.
  3. Ágil: sistema de arquivos e bancos de dados são complexos e exigem um olhar constante do DBA ou administrador. Já para objetos, devido a sua simplicidade, o desenvolvedor ou o dono da aplicação depende bem menos do administrador ou de um DBA e estes últimos deixam de ser um gargalo para a evolução da aplicação. O desenvolvedor ganha liberdade para alterar sua aplicação sem precisar de ajuda ou pedir “a benção” do time de infra. E é exatamente este ponto, relacionado a agilidade, que faz armazenamento de objetos ser tão atraente para aplicações modernas e ágeis.

Object Storage compared

Alguns mitos

Ao contrário do que se ouve, Object Storage não substitui métodos de armazenamento mais antigos, como sistema de arquivos ou bancos de dados, mas os complementa com novas características.

Há também comparações estranhas entre object storage e block storage. São coisas muito diferentes que resolvem problemas diferentes e incomparáveis: objetos são usados por programadores, no nível da aplicação, ao passo que armazenamento de bloco é uma preocupação exclusiva do arquiteto de infra-estrutura.

Nada a ver uma coisa com a outra. Mas uma curiosidade: Todo tipo de armazenamento, inclusive o object storage, contém block storage “por baixo do capô”, mas isso é um detalhe que o usuário não enxerga.

Outros usos para object storage

Soluções de backup tem sido adaptadas para substituir bibliotecas de fitas por armazenamento em objetos. É enorme o trabalho e a logística necessária para cuidar da integridade física das fitas, robôs, e transporte para outras localidades. Então é justamente na eliminação dessa logística que fica financeiramente atraente uma solução de backup em objetos. E você nem precisa trocar seu sistema de backup – objetos se integram facilmente a o que você já tem.

Se você busca otimizar os custos de sua solução de backup, qualquer que ela seja, considere object storage e nos procure.

Object Storage com a IBM

A IBM tem uma gama de opções para melhor atender sua necessidade. Nos importamos com agilidade híbrida de TI, que para object storage significa poder ter seus objetos no seu data center, protegido pelo seu próprio firewall. Ou, objetos como serviço, na nuvem pública. Ou até um mix das duas modalidades.

Na nuvem pública, as opções de object storage estão no catálogo do Bluemix.net, com acesso via protocolos S3 e Swift. Use o código promocional COSFREE para testar o serviço com até 25 GB de objetos armazenados.

Object Storage no Bluemix

No seu próprio data center, atrás de seu firewall, temos opções em software CleverSafe e SpectrumScale para você usar com seu próprio hardware de baixo custo. E também opções integradas com hardware de alta performance.

A nossa linha CleverSafe permite também arquiteturas híbridas transparentes, para você encontrar o melhor balanço financeiro entre seu datacenter e a nuvem pública ou dedicada.

Considerações finais

Para terminar, um resumo e lembretes para você:

  1. Object storage não substitui mas complementa com muita agilidade métodos mais clássicos de armazenamento.
  2. Uso de object storage pode deixar sua solução de backup mais ágil, simples e barata.
  3. Só com a IBM você terá object storage consistente e integrado desde o seu data center até a nuvem pública.
  4. Comece a armazenar objetos hoje, de graça, no Bluemix com o código promocional COSFREE.

Este artigo foi usado como script para este video de 6 minutos num dos canais de Cloud da IBM Brasil do YouTube:

Video Object Storage

This entry was posted in Infraestrutura by Avi Alkalay. Bookmark the permalink.

About Avi Alkalay

Avi Alkalay é consultor especializado em tecnologias de ponta. Cada uma em seu tempo, Avi é pioneiro no uso e estímulo de tendências como supercomputação, segurança, open source e Linux, grid, virtualização, gestão da informação e conteúdo, web 2.0, programação e outras. Hoje é arquiteto de mobilidade, cloud, UX, analítica, IoT na IBM e auxilia empresas a inovarem “remixando” essas novas tendências.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *